Especial Impressão Sublimação

O que são Tintas de Serigrafia (Silk Screen)?

o-que-sao-tintas-de-serigrafia-silk-screen

A Serigrafia caracteriza-se como um dos processos da gravura, determinado de gravura planográfica. Também denominada de Silk Screen (serigraph, em inglês) é um processo de impressão, em que a tinta especifica é vazada, manualmente pela pressão de um rodo ou puxador para a Tela, ou matriz Serigráfica.  Possui alta versatilidade, podendo ser impressa em vários tipos de materiais, como: papel, plástico, borracha, madeira, vidro, camisas e muitos outros.

Na serigrafia há um tipo especifico de tinta para cada superfície. Assim a mesma tinta utilizada para imprimir certo tecido não servirá para a impressão de plásticos, como por exemplo o vinil ou o poliestireno.
É muito importante que o serígrafo conheça a tecnologia que cerca a fabricação dessas tintas. Basicamente, a tinta seja para serigrafia ou para qualquer outra aplicação é uma mistura de vários produtos químicos; está mistura chamada pelos profissionais do setor de “formulação” pode ser dividida em três aspectos:

  1. O óleo ou resina (ou seja o “veículo”);
  2. O pigmento (que fornece a cor);
  3. Outros produtos químicos que servem essencialmente para evitar reações indesejadas.

A tinta tem propriedades adesivas, isto é, ela adere ao material no qual foi aplicada, cobrindo-o com uma película cuja espessura depende da quantidade de tinta empregada. No caso da serigrafia essa espessura está relacionada com a maior ou menor quantidade de fios utilizados na matriz. Mais fios é igual a menos passagem de tinta e vice-versa.

o-que-sao-tintas-de-serigrafia-silk-screen-processo-de-serigrafia

Classificação das Tintas para Serigrafia

  • Tinta à base de água: formula com elusão acrílica, pigmentos pré-dispersos, aditivos e água.
    Indicado para: aplicação sobre substratos têxteis como: tecidos de algodão, mistos ou sintéticos e ainda para a impressão em todos os tipos de papéis.
  • Tinta base solvente: a formulação se dá a partir de resinas acrílicas.
    Indicada para: acrílico, PVC rígido, poliestireno.
  • Vinílica base solvente: feita com resinas vinílicas, aditivos, pigmentos e solventes.
    Indicada para: madeira, acrílico, impressão em substratos de PVC, policarbonatos.
  • Sintética base solvente: composição química a partir de resina alquídica, um tipo de poliéster em óleo modificado.
    Indicado para: papel e madeira.
  • Plastissol: produzida com resina de PVC
    Indicado para: substratos têxteis, confecção de etiquetas
  • PUB base solvente: formulada com resinas de PU (poliuretano) em forma bi componente.
    Indicado para: metais, polietileno de baixa e alta densidade, substrato de PU, polímero termoplástico, couro e tecidos de nylon.
  • Epóxi base solvente: mistura de resina epóxinas em forma bi componente.
    Indicado para: impressão sobre metais, vidros, fenolite e fibra de poliéster.

Cada uma dessas tintas possuem o seu solvente exclusivo e uma não pode existir sem o outro. Nunca compre tintas à base de solvente sem comprar o solvente compatível, pois só com ele pode ser feita a limpeza da matriz e outros materiais utilizados no processo de impressão. Além disso, o solvente serve para diluir a tinta alterando a sua viscosidade que deve ser apropriada ao tipo de matriz e ao fotolito. Importante: Não fume, nem acenda fogareiros ou utilize aparelhos que provoquem fagulhas ou faíscas tanto na área de impressão como na área de secagem. E agora, mãos à obra!

 
Posts relacionados
Conheça a impressora 3D portátil
anilina
Impressão em bolo: Como é feita?
conheca-a-nova-impressora-epson-l4160
Conheça a nova Impressora Epson L4160 Lançamento 2018

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Seu Website