Impressão Sublimação

Usar RGB ou CMYK na Sublimação? Como saber o correto?

usar-rgb-ou-cmyk-na-sublimacao

Os modos RGB e CMYK são usados para cores na definição de imagens feitas em todos os softwares. A escolha do modo de cores, muitas vezes, pode provocar confusão na cabeça das pessoas leigas, de uma forma geral.
Não é tão simples entender que a definição de cores pode ser diferente de uma para outra, ficando até mesmo fora do esquema visto na tela do computador. Mas, também não é nada complicado entender, já que a resposta está baseada no sistema de pigmentação ou de luminosidade, conforme o sistema.

O-que-é-o-modo-CMYK
O que é o modo CMYK?

O padrão de cores conhecido como CMYK é baseado em pigmentos, ou seja, se você usar um cartucho de tinta colorido, deverá ter, provavelmente, um desenho com três círculos marcado, representando as três letras, C para Ciano, M para Magenta e Y para Yellow, além do K para o Preto. As três cores, juntamente com o preto, formam o colorido que podemos ver numa estampa de camiseta, por exemplo, ou mesmo em qualquer outra imagem impressa.
A maioria das impressoras convencionais, com as quais trabalhamos em casa, também utilizam o modo de cores CMYK. Quando utilizamos um editor de imagens, como o Photoshop ou o Illustrator, ao selecionar uma cor podemos alterá-la através de um menu específico, onde cada letra recebe um número, definido geralmente por uma porcentagem, e o tom de cada cor pode ser alterado com esse menu.
Assim, por exemplo, quando queremos usar a cor vermelha, no modo CMYK, podemos criar uma mistura com 0% de Ciano, 100% de Magenta, 100% de Yellow e 0% de Black. Se quisermos um vermelho puro mais escuro, podemos adicionar um percentual de preto e, se quisermos transformar o vermelho em verde, tiramos todo o Magenta e adicionamos o total de Ciano.

O-que-é-o-modo-RGB
O que é o modo RGB?

O RGB, por sua vez, usa a luz para formar as cores, sendo mais utilizado em trabalhos voltados apenas para monitores, como no caso de sites de internet e o seu próprio computador.
Como no CMYK, cada letra representa uma cor, sendo R para o Vermelho, G para o Verde e B para o Azul (Red, Green e Blue, respectivamente, em inglês. Os valores para alteração de cores em RGB também são diferentes, indo de 0 a 255, não utilizando percentuais como no CMYK.
Vamos, como exemplo, criar o preto e o branco no RGB.
Para fazer a cor branca é preciso misturar ao máximo as 3 cores, colocando cada uma no maior número, ou seja, 255. Se quisermos a cor preta, pelo contrário, é só retirar as luzes, ou seja, colocar todos os valores em zero.

Quando-se-deve-usar-cada-um-dos-modos-de-cores
Quando se deve usar cada um dos modos de cores?

Dessa forma, fica fácil saber que tipo de cor usar em cada trabalho feito através de um editor de imagens. Se você vai imprimir o trabalho ou fazer uma estampa para uma camiseta, por exemplo, deve usar o CMYK para impressão e, se vai usar a imagem apenas em tela, como em sites de internet ou projetor, deve usar o RGB.

Veja, a seguir, exemplos de onde você pode usar o CMYK:

• Em cartões de visita;
• Em estampas de camisetas;
• Em cartazes, banners e posters;
• Em imagens de revistas ou jornais;
• Em folders;
• Em outdoors.

O RBG, por seu lado, pode ser usado em:

• Apresentações do Power Point;
• Em banners para a internet;
• Em vídeos;
• Em postagens de redes sociais;
• Em sites da internet.

Apenas em algumas situações específicas é necessário ter cuidado, com uma exceção para o uso de CMYK e RGB: a impressão em impressoras domésticas. As impressoras menores, com menor número de funcionalidades, podem criar confusão com arquivos CMYK, deixando-os mais escuros. Dessa forma, é melhor primeiro testar a impressão em RGB.

Como-trocar-o-sistema-de-cores-no-seu-aplicativo-de-edição-de-imagens
Como trocar o sistema de cores no seu aplicativo de edição de imagens

Cada software possui uma forma diferente de alterar o sistema de cores. No Corel, por exemplo, basta abrir o arquivo e ir até o menu Ferramentas, procurar o Gerenciamento de Cores e, em seguida, Configurações do Documento. Se sua imagem estiver toda em um determinado padrão de cores e você quiser mudar para outro, também pode usar a ferramenta Localizar e Substituir.
No Adobe Illustrator, para mudar o sistema de cores é necessário abrir o arquivo, ir em Arquivo e, em seguida, Modo de Cores e simplesmente selecionar entre os modos CMYK ou RGB.
O Photoshop tem uma mudança praticamente igual ao Illustrator. É só abrir o arquivo, clicar em Imagem, em seguida Modo e trocar para o formato que você deseja.

Diferenças-em-estampas-nos-modos-de-cores
Diferenças em estampas nos modos de cores

Da mesma forma que existem diferentes meios de estampar, também existem diferentes usos para cada sistema de cores. Se você pretende fazer um desenho para serigrafia, usando chapados, policromia ou indexação, por exemplo, é melhor usar o CMYK.
Se você pretende fazer alguma coisa para impressão digital, o ideal e você fazer testes com as tabelas de cores, uma vez que você irá apresentar a imagem apenas em monitores, preservando o tom escolhido.

Impressão-na-Valejet
Comprar Produtos para Impressão

Tanto para trabalhar com Sublimação quanto para qualquer outro trabalho de impressão, quando você precisar de tintas, acesse a Valejet.com. Temos as mais diversas marcas e todos os tipos de Tinta para Impressão que você precisa, seja para impressão comum com as Tintas Corantes e Pigmentadas ou para Sublimação, com a utilização da Tinta Sublimática.
Conte com nossa equipe, faça sua compra em um site totalmente seguro e confiável. Receba sua encomenda no endereço que indicar com disponibilidade de entrega para todo Brasil. Aproveite as melhores condições de pagamento, com descontos à vista e ainda parcelamento sem juros.

 
Posts relacionados
impressora bulk ink
Epson L800 com Bulk Ink de fábrica
recicle
Qual a diferença entre papel Reciclado e Reciclato?
recarga de cartuchos
De que material é feita a carcaça do cartucho?

Deixe seu comentário

Seu comentário*

Seu nome*
Seu Website